Publicado em Casa & Família

Agenda de Maio

Olá,

Aproveitando o tema essa semana que bombou aqui no Blog sobre Planejamento, quero começar a falar um pouco mais sobre como planejo minha rotina, nossa agenda familiar, nossa agenda doméstica, compromissos de desenvolvimento, planejamento financeiro etc etc.

Hoje vou falar um pouco do que estou prevendo para maio/2018.

Maio é um mes intenso na nossa família , temos datas muito especiais como Dia das Mães, Aniversário de Namoro meu e do marido, Aniversário da minha mãe, do meu marido, da minha sobrinha, maio é um mês intenso e muito família, delicia! Mas, maio também é um mês estratégico para começar a analisar o ano, o que deu certo, o que pode melhorar, o que ainda podemos reformular das nossas metas para finalizar 2018 com tudo realizado 😉

Vamos a minha lista pessoal que você pode usar como ideia e ajustar para seu planejamento:

 

  • Iniciar cotações para férias de Janeiro.
  • Colocar as roupas/casacos de inverno para tomar sol.
  • Separar roupas e cobertas para doação.
  • Dar uma geral na roupa das kids e verificar se preciso comprar algo para o inverno.
  • Agendar algo Especial para o aniversário de Namoro
  • Comprar presentes dos aniversariantes do mês.
  • Analisar Metas de 2018 ( analise de resultados).
  • Preparar FOTOLIVRO de 2011 (Aqui comecei um projeto de fazer um por ano, então estou fazendo 1 por mês).
  • Agendar um fondue.
  • Agendar Otorrino.
  • Viagem para minha avó.
  • Teste on line de Inglês ( faço duas vezes por ano para saber o que estou precisando estudar, o que estou esquecendo, falarei mais disso em outro post).

E voce como organizou seu mês de Maio? Costuma estabelecer metas para ele?

 

 

Publicado em Apresentação, Casa & Família, Divã, Mundo Corporativo, Organização

Muitas mudanças vem por aí!

Olá!

Quanto tempo…quantas mudanças…quantas ideias!

Um breve relato sobre a vida nesses últimos tempos: fiz meu primeiro curso de Coaching na Sociedade Brasileira de Coaching em SP, me tornando Personal Coach.

O curso é ótimo, traz muito aprendizado e percepção do quanto aceitamos uma vida na média(medíocre sabe), como vamos crescendo e nossos sonhos vao ficando esquecidos, deixados de lado.

Me empolguei e assinei contrato para a MBA em Coaching , que eu iria realizando ao longo do ano.

Logo que sai do curso, descobri um. “poder”em vendas, algo que eu nunca tinha percebido que podia fazer e executar, percebi que se eu estudasse um pouco mais, me dedicasse mais as técnicas minha consultoria seria um sucesso!

45 Dias após o curso já estava com uma agenda funcional, trabalhando e estudando todos os dias.

Em abril, fui para a segunda etapa de COACH EXECUTIVE E BUSINESS, uauuu meu mundo! Tudo fazia sentido, percebi quase soubesse essas ferramentas de planejamento antes, meus resultados seriam um arraso, acredito que foram ótimos ao longo dos 15 anos que trabalhei na empresa, mas teriam sido fenomenais 😉

Após o Executive, minha agenda realmente ficou completa, me senti segura para trabalhar empresas, com isso bastou buscar contatos antigos e bingo!

Em novembro, fui para a etapa do Positive Coaching, baseado na Psicologia Positiva do autor Martin Seligman, outro treinamento de mudar conceitos, treinamento de repensar sonhos, objetivos, um treinamento para se empoderar, dobrei uma barra de ferro no pescoço, quebrei uma madeira com a mão, tudo isso tendo claro meu foco e objetivo! Aqui aprendi a lição mais importante do COACHING : Sabendo o que se quer, basta buscar!

Resultado de imagem para frase henry ford sobre caminho

Isso mesmo, tudo que consigo pensar que quero eu posso, basta SABER o que é!!

Percebi que passamos nossos dias deixando a “vida nos levar”, as responsabilidades, obrigações, quando percebemos mais um mês se passou, mais um ano se foi…com essas ferramentas nao deixamos mais a vida nos levar, tomamos a frente!

Porque estou contanto tudo isso? Primeiro para retomar as postagens :),segundo porque decidi nos meus projetos fazer esse blog ter uma missão, fazer esse blog ajudar milhares de pessoas que como eu sonham, desejam, tem responsabilidades e por muitas vezes deixam a vida nos levar…

Logo estarei publicando a Missão do BLOG, estarei explicando nosso novo calendário editorial, divulgarei Ebook gratuitos com a intenção de ajudar todos no planejamento de sonhos e desejos, falaremos sobre finanças, viagens, carreira, maternidade, entre outros assuntos.

Espero voces aqui sempre!

Publicado em Divã, Maternidade

Fases da Maternidade: A Birra.

Olá,

Na semana passada, tive em casa com minha filha de 3 anos um dos maiores testes da maternidade : a Birra!!

A pouco mais de 20 dias tivemos que mudar a rotina dela por alguns problemas pessoais e também adaptando para a futura chegada do irmão em outubro, assim ela que antes ficava com os avós no período da manhã e ia a escola apenas as 13:30hs passou a ir para a escola em período integral, ou seja, acordando as 7:00hs, coisa que na casa dos meus pais só acontecia por volta das 10hs (sim esse também foi um dos motivos que tirei ela de lá).

A adaptação inicial se deu melhor do que eu esperava, como tínhamos acabado de voltar de viagem, férias, logo coloquei a nova rotina em prática, começamos a dormir mais cedo, levantar e tomar café juntos, etc…nos primeiros dias tive o problema apenas dela chegar exausta da escola, porque não estava mais acostumada a tirar o soninho da tarde, depois de 3 dias, ela se adaptou completamente e fazia a 1 hora de soninho com seus outros coleguinhas na escola.

Mas na última segunda feira o “bicho pegou”, depois de eu pedir ao pai dela por inúmeras vezes no domingo a noite, que desligasse o filme (estava assistindo Frozen pela milionésima vez) e a levasse para a cama, e ele todo bonzinho, dizendo: Está acabando ela já vai….. passou mais de 1 hora do seu horário normal de dormir e seus reflexos vieram a CAVALO na segunda pela manhã.

Comecei o ritual como de costume: abraçando, beijando, fazendo carinho, coloquei ela mais sentadinha para tomar seu leite até aí tudo em ritmo de “ainda estou dormindo”, quando terminou o leite a “casa caiu” não queria colocar uniforme, começou a chorar como se eu a estivesse esmurrando, gritava, se descabelou literalmente e eu?? Grávida? com horário para entrar no trabalho…comecei a me desesperar junto!! O pai? o bonzinho da noite anterior?? Estava já no trabalho, pois era rodízio do carro dele.

Gente, nunca me senti tão frustrada, tão perdida, tão amargurada…. quanto mais ela gritava, mais a vontade de meter a mão nela chegava e mais eu me segurava pensando isso vai resolver??? Depois de exaustivos 45 minutos, sim você leu certo!Durou 45 minutos, eu sentei e chorei ao lado dela na cama. Completamente exausta, atrasada e amargurada, já estava passando mal a essa altura e pensando no Matheus na minha barriga que não tinha nada a ver com isso.

O momento foi tão intenso que pasmem: ela parou!! Começou a me abraçar, dizer que ia trocar de roupa, fazer carinho no meu rosto…. enfim voltamos a nos conectar como mãe e filha. Abracei minha pequena e chorei, soluçando confesso!! Para muitos estou errada em demonstrar minha “fraqueza”, outros fiz o certo em não “lutar” com ela e gerar ainda mais frustração, para mim mãe, fiquei apenas com a certeza que o bater não ia resolver nosso problema, não ia fazer a relação ficar melhor! Para o pai: a lição que rotina é MUITO IMPORTANTE para crianças menores de 5 anos.

Aprendi que a Birra deve ser encarada como uma lição, onde devemos sempre após acalmar a situação, procurar entender o que levou aquele comportamento e mudar para que ele não aconteça novamente.

E você como lida com a Birra do seu filho? Já se sentiu no limite como eu?

Publicado em Maternidade, Organização, Viagens

Organizando uma Viagem com Crianças.

Olá,

Hoje quero contar um pouco como faço a organização dessas grandes viagens que faço com meus filhos. Diferente de anos atrás hoje temos diversos blogs que nos incentivam a viajar com as crianças, antigamente achavam um absurdo levar uma criança de 2 anos para a Europa, hoje cada vez mais se torna normal.

Sou filha de pais que SEMPRE viajaram com seus filhos, claro que eram viagens mais simples, pois não tinhamos nem de perto a condição que eu e meu marido temos hoje, mas sempre foram viagens deliciosas, criaram em mim a raiz do viajar, conhecer outras culturas, comprar menos e viver mais, isso já foi ótimo né?

Falarei de viagens longas (mais de 1 semana) e internacionais, pois curtas e nacionais se tornam mais simples de organizar, estando em nosso próprio país muitos itens como remédios, médicos, etc são mais fáceis, uma vez que a lingua que falamos nos fazemos entender.

6 Meses Antes da Viagem

Documentação – Destino definido, passagens compradas, momento de começar a se preocupar com a documentação da criançada. Passaporte se faz essencial se você pretende sair do Brasil, se vai a um país que exija visto (como EUA, China, Canadá, etc) você ainda terá esse item para se preocupar antes da viagem propriamente dita chegar.

Aqui uma informação que se destaca: Se seu filho tem menos de 5 anos, o passaporte dele vai vencer de acordo com sua idade, ou seja, 1 ano de idade, vence em 1 ano, 2 anos de idade vence com 2 anos e assim vai… Então fique atento ao vencimento, pois diversos países exigem de 3 a 6 meses de passaporte válido.

Aqui em casa já aconteceu, tirei o passaporte da minha filha em dezembro, fizemos o visto em janeiro e viajamos em maio. Tinhamos outra viagem para Outubro do mesmo ano , lá fomos nós tirar novo passaporte, pois o país exigia 6 meses de validade. E já sei que vai acontecer de novo 🙂

Pesquisa de Lugares Interessantes para as Crianças – Você pode pesquisar seu destino, saber se outros viajantes já foram com crianças para lá, se alguém que mora na cidade e fez um blog sobre esse destino, enfim a ideia aqui é trazer para sua viagem algo que atraia as crianças também, destinos como a Disney são fáceis, mas e os outros lugares do mundo?? Busco sempre mesclar um Museu, com um parque de diversões assim as crianças não ficam entediadas.

2 Meses Antes da Viagem

Reforço nas Vitaminas – Costumo focar muito na alimentação balanceada o tempo todo, mas confesso que meses antes da viagem foco ainda mais, afinal criança bem nutrida é sinal de criança sem doenças, numa viagem isso é essencial, costumo também introduzir um pouco de Vitamina C aqui, assim gripes e resfriados passam longe dos pequenos.

1 Mês Antes da Viagem

Introduzir a Criança na Viagem – Como minha mais velha tem apenas 4 anos não adianta falar da viagem, do que vamos visitar, etc etc, muito tempo antes, ela esquece! Então faltando 30 dias começo um calendário divertido, com itens do que veremos nesse local. Ex: Se for a Disney, pode ser cada dia um personagem, no caso de NY, fiz os pontos turisticos, imprimo fotos e colo, pois não sei mexer nos programas de computador como paint, Photoshop (ainda!). OBS: Da Disney vocês encontram vários modelos prontos na Internet.

Visita ao Pediatra – Costumo sempre agendar uma visita ao Pediatra para tirar dúvidas, pegar uma lista atualizada de remédios, dosagens, etc.

Montar uma Farmacinha – Depois da visita, monto uma farmácia de primeiros socorros, aqui se faz importante dizer que não uso , nem compro nada sem que um médico me acompanhe, vejo mãe dando remédios aos filhos para que eles durmam nos vôos, acho isso perigoso, pois a 30.000 pés de altitude tudo muda né? Minha filha nunca tomou nada além de suco de maracujá e muita corrida, sim no dia do voo deixo ela correr e cansar bastante, mas isso é assunto para outro post.

Então, minha dica é levar o que o pediatra mandar, para um primeiro atendimento ao   seu filho, uma vez que em terras estrangeiras a lingua sempre será um impedimento         para um atendimento imediato, dessa dica nasce a próxima.

Seguro Viagem – NUNCA, mas NUNCA MESMO, viaje sem um seguro e assistência saúde!!! E não falo apenas para quem vai com crianças, isso é essencial para todos nós, uma vez que a Saúde nos demais países pode ser bem cara para nossos pequenos bolsos.

10 Dias Antes da Viagem

Vamos arrumar a mala – Como trabalho 10 horas por dia, sempre me organizo antes, não deixo nada para o dia da viagem, assim sempre uns 10 dias antes, já limpo as malas, coloco no sol e começo a lista de roupas para levar ( depois farei um post ajudando com essa lista).

Comidinhas para a Viagem – Aqui entra um item bem importante: o que levar para alimentação do seu filho num país diferente?? Desde a primeira viagem da minha filha eu levo: Sucos, bolachas (Tipo Nesfit), Cookies, Leite, enfim tudo que for industrializado e lacrado você pode levar. Agora que estou indo com meu filho Bebe, como estou amamentando facilita muito, afinal qualquer coisa: dale peito!! Mas tenho uma máquina de viagem de fazer papinha, a Baby Cooking, mas isso é assunto pra outro post também.

No Dia da Viagem

Alegria – Acorde com alegria, com tudo pronto, sem estresse, afinal a tão sonhada viagem chegou, momento de curtir sua família e um lindo destino!!

Deixe as crianças descansarem – Se possivel evite vôos que você precise sair muito cedo da sua casa, ou seja, eu sempre evito vôos diurnos, mas se tiver que ser diurno que seja após as 10 horas da manhã, porque estar no aeroporto as 7 horas já vai ser dificil se for antes disso então…..

Embarcando – E por fim dicas para um embarque tranquilo: deixe as crianças brincarem, correrem bastante no aeroporto, chegarão no avião bem cansadas doidas por uma soneca, muito suco de maracujá no dia (receita da vovó que funciona), roupas confortáveis e claro um super kit viagem, com atividades, brinquedos, travesseiro, etc

Bom, é assim que me preparo para uma viagem com crianças, espero que ajude vocês a fazer essa aventura, porque sim é uma aventura!!!

Logo mais, farei o post do que e essencial levar quando se viaja com crianças, um check list mesmo!

Continuar lendo “Organizando uma Viagem com Crianças.”

Publicado em Maternidade, Viagens

Precisando de Magia!

Disney

Olá,

Confesso que escrever e não ter ninguém lendo me desmotivou um pouco esses dias kkkkkkkk, mas não quis divulgar o blog entre meus amigos, nem tive tempo de visitar e comentar em outros blogs essa semana, então não posso reclamar 🙂

Estou as voltas com a organizaçao da viagem para NY, bem como com planos para visitar meu querido Mickey ainda esse ano, se Deus me permitir. Faz quase 8 anos que vou direto para Orlando, se tornou meu “resort”preferido, tem anos que vou para comprar, tem ano que vou só pra passear, mas pra mim o mais importante é ter esses dias com minha família num lugar pra lá de mágico.

Quem já teve a experiência de ir a Disney sabe do que estou falando, não estou falando apenas de parques, personagens, estou falando de MAGIA, um energia boa que contagia todo mundo e que eu adoraria que todo ser humano da terra tivesse pelo menos 1x na vida a chance de passar por isso.

Em alguns cursos empresariais que vim fazendo ao longo da minha carreira, tive a oportunidade de conhecer um pouco da historia do empreendedor Walt Disney, o que me fez ficar ainda mais apaioxonada por aquele império, seu respeito pelas pessoas é sensacional!!! Li diversos livros sobre o tema, bem como a biografia desse grande homem, muito inspirador.

Se tudo se concretizar, logo terei novidades e principalmente dicas e mais dicas sobre Orlando com duas crianças pequenas diga-se de passagem kkkkkkk, antes que alguém fale: “você é louca vai viajar com duas crianças pequenas para a Disney?” já vou adiantando, vou e não existe melhor lugar para ir com elas no mundo, estrutura, magia, alegria, família, união tudo isso num só lugar????

Minha filha de 4 anos já foi 3x, meu principe vai ter sua estreia agora….

Quem me acompanha nessa aventura??

Publicado em Maternidade

Fases da Maternidade: Mentira.

Olá,

A maternidade é marcada por fases e fases…. existe a fase do 100% dependente da mãe ao nascer, a fase da introdução alimentar, a fase da locomoção, fase das descobertas, da fala e por aí vai….

Com minha filha de 4anos estamos entrando na fase da personalidade, fase de definições segundo alguns psicólogos…e esse final de semana peguei sua primeira “mentira”:(

Na sexta a noite, percebi que ela estava com uma marca no braço, tipo queimadura. Perguntei e o diálogo foi assim:

Ela : foi no forno da Tia Rita…

Eu: quem é tia Rita??

Ela: a tia que faz lanche na minha escola.

Fiz um silencio….como assim ela se queimou na escola? nenhum bilhete? nenhum aviso?…a raiva passou por minha mente fervendo!

Conversando com meu marido, decidi abortar na escola com uma pergunta numa boa, e o fiz! Minutos depois a escola me liga: Olha conversamos com a Rita, com a Professora e com a Sophia, nesse momento a Sophia disse que se queimou em casa fazendo papinha junto com vc para o irmão. Ahhhhhhhhhhh??? como assim? Fiquei super sem graça, não sabia nem o que falar na hora, só conseguia pensar: Meu Deus minha filha está mentindo?? Se mentiu sobre mim, pode ter mentido sobre a Tia Rita, sim porque de mim TENHO CERTEZA QUE É MENTIRA! Eu não deixo ela na cozinha quando estou cozinhando, além disso a papinha esse final de semana foi feita pela minha secretária e não por mim 😦

Nossa, estou arrasada!!! Vou abordar o assunto mentir com ela mais tarde, mas sinceramente estou preocupada, sempre li estórias de pessoas com esses problemas com os filhos, mas nunca observei os desfechos. Espero ser apenas uma fase.

Publicado em Maternidade, Mundo Corporativo

Cabeça a 1000 por hora!

Cabeça 1000

Bom dia,

Vocês sabem aquele dia que parece que tem tanta coisa pra fazer, pra pensar, pra decidir e que sua cabeça até doi de tanta ideia e pensamento?? Pois é tive um dia assim ontem 😦

Quando decidi ser mãe de Dois, executiva, ter  casa, marido, irmãos, pais, planos, estudo, academia, trabalhar fora da cidade que eu moro, preservar minha independencia financeira, eu sabia que o desafio seria forte, mas confesso NUNCA imaginei que poderia não dar conta. Ocorre que ontem por um pequeno período de tempo passou pela minha cabeça “para com alguma coisa, você não vai dar conta…”

Acredito que ontem tive uma estafa mental, meu cerebro falou ou melhor Gritou: PARA QUE VOCÊ VAI TER UM TRECO!

Meu dia para terem ideia do que estou falando….

O dia começou cedo em casa, como foi pós feriado não consegui levantar e ir a academia, então levantei, me arrumei e preparei as crianças para a escola, nesse momento percebi que depois de 4 dias fora de casa, não tinha nada para o jantar, nem para as papinhas do meu Principe, já começou me bater uma angustia…. Resolvi: vou deixar o cartao com a empregada e ligo no Hortifruti, mando entregar algumas coisas pelo menos até sábado quando posso ir ao mercado/feira, foi o que fiz. Escrevi para ela o que queria de jantar e pedi tudo no Hortifruti que por sorte tem açougue também.

Deixei minha filha na escola e marido levou o bb para casa dos meus pais que estão viajando, mas ele fica com a baba lá(assunto para outro post), peguei os 40km de estrada diários que faço a mais de 12 anos e cheguei para trabalhar…não sei como é na empresa de vocês, mas aqui todos parecem que dormem pensando: o que vou pedir para ela(eu) amanhã cedo??, porque mal coloco os pés na empresa e já tem gente na minha mesa querendo coisa, pedindo informação, discutindo ideia…afffff, deixa eu chegar, deixa eu ligar o computador….. o dia transcorreu corrido, pois como a semana é curta tudo dá uma acumulada.

Decidi dar uma olhada em nosso orçamento doméstico: planejado x realizado e quase cai de costas ao perceber que estão saindo MUITO fora do planejado, não estamos devedor, nem nada disso (Graças a Deus), mas tenho retirado dinheiro da aplicação mais do que gostaria, tenho guardado menos do que pretendia…enfim, nosso orçamento está bem furado, como deixei isso acontecer?? Percebo que os últimos aumentos não entraram na conta, foram muitos e significativos: água( mais de 30%), luz (essa dobrou), gasolina (mais de 70%), alimentação então SURREAL, nosso supermercado está 54% mais caro, para as mesmas coisas que comprei em dez/2014. Vocês sentiram isso já???

Por volta das 16hs decidem fazer uma reunião que não estava agendada, querem minha presença ( como sou advogada, muitos departamentos me usam como “conselheira”para algumas decisões, visando fazer sempre o mais dentro da lei possível), fui para a reunião com a cabeça no relógio porque meu principe tinha pediatra as 17:30, lá fora uma baita chuva o que sempre dificulta o caminho na estrada… reuniao acaba 17:10, saio correndo para não atrasar, mas a estrada está com acidente e parada, ou seja, atraso mais de 30 min para chegar no pediatra…enquanto isso ligo na escola da Princesa para avisar que vou atrasar para buscá-la, a pessoa que atende não gosta da minha informação e avisa: só esperamos até as 18:30…..

MEU DEUS!!! além de ter que buscar o bb, levar ao pediatra (já atrasada ele passou um monte na minha frente e não posso reclamar) ainda tenho que fazer consulta vap vup para chegar logo na escola :(…. Recebo uma ligação de um advogado externo que presta uns serviços pra mim na empresa : “Dra a contestação do fulano não está protocolada no TRT..” ah??!!! como assim? O prazo foi dia 08/04, eu mesma protocolei, como não está??? E o infeliz cisma em falar (fora do horário de expediente) que não está!!! quase surtei…as lágrimas vieram no meu rosto, como dar conta de tudo que estava acontecendo? Parece pouco, mas unido ao dia cansativo, as tarefas que estão por fazer, ao acumulo de serviço na minha mesa nos últimos dias, as noites mal dormidas devido a amamentação, ao transito infernal que a chuva deixou, ainda tenho mais essa,  e o pior não tenho como conferir o notebook deixei na empresa, meu E-CPF tb, afinal em casa preciso dar conta das crianças.

Pediatra chamou, meu bb engordou bem, mas não cresceu… logo penso: mais isso?? E agora o que preciso mudar? fazer? Percebo que estou no pediatra sem uma única fralda/lenço, oro para que ele não faça coco senão como vou limpar??? Nossa que caos…com tudo acontecendo estou ficando desorganizada, nem uma bolsa com o básico para meu bb eu tinha no carro 😦 me senti péssima mãe….Então, nesse ponto já era péssima mãe ( Não peguei minha filha na escola na hora, tomei chamada da atendente da escola, atrasei para o pediatra, esqueci o kit básico), já era péssima profissional ( pois existia a possibilidade de ter “perdido”um prazo, estar desorganizada a ponto de não conferir o meu serviço), péssima dona de casa ( estava sem uma única maçã na geladeira para a volta do feriado)… só me faltava ser agora péssima esposa concordam?!! Pois é EU FUI !

Com tudo que aconteceu no dia, acabei ficando P**** com o marido que sequer me ligou para saber como estava meu dia, sequer perguntou se eu precisava de algo, sequer se preocupou com as observaçoes do pediatra…no final desabei…disse a ele: Preciso de ajuda ou não vou dar conta…preciso que assuma alguma coisa, preciso que divida comigo as responsabilidades, afinal divido com você o orçamento, porque não levo pouco $$ pra casa, meu salário corresponde a praticamente 50% da casa, ele só “ganha”de mim porque tem Horas extras e bônus, coisas que eu não tenho. Se eu parar de trabalhar hoje, nossa família sofreria um corte significativo nas suas atividades, escola das crianças, lazer, etc etc, então preciso de Ajuda! Pedi a ajuda…

Fiz o jantar (terminei porque Graças a Deus minha Secretário do Lar deixou tudo adiantado pra mim), coloquei as crianças para dormir e fui deitar…um enorme vazio, triste, chateada, com dor de cabeça…o marido? Foi assistir SP x Corinthians legal né? Nem um cafuné eu ganhei 😦

***PS: Ele não é mal marido, é carinhoso, atencioso, ótimo pai….massssssssssss vive no mundo dele, parece não perceber, não exergar nada, nem quando eu falo :(, conhece uma pessoa desligada? É meu marido!